sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Tua existência


Por que ser mais um a plagiar?
Por que estar igual a milhares de milhares?
Na verdade essas respostas não interessam muito.
O que realmente importa é estar distinto na reta.
Essa que foi traçada para o bem.
O que fazer?
Construir o aprazível sendo sempre íntegro.
Respeitar,
Ajudar,
Ser e fazer no mínimo o melhor.
Não esquecer de se amar,
e procurar viver o que é saudável.
O por quê?
A etiqueta que a grande massa manipulada usa causa doenças.
Rotular sufoca a essência, destrói o principal.
Então, como atuar?
Prioridade para o patrimônio chamado "tua existência".
Essa propriedade não se vende.




Publicado no Recanto das Letras em 05/11/2009
Código do texto: T1907067
Anderson Cavalcanti
cavalcantianderson@hotmail.com

6 comentários:

Cinema, café e poesia disse...

Oi, Anderson. Vc pediu para entrar na Com.Corrie Tem Boom(orkut),acabei chegando no seu blog. Muito bacana, viu?

Anderson Cavalcanti disse...

Obrigado!

leandro magalhães disse...

adorei o texto, e os outros tbm são perfeitos *-*

LuEs disse...

Parabéns pelo seu texto.
Ele tem uma proposta de questionamento muito interessante que se intensifica nos versoso finais: muitos desconhecem que a própria existência é única e, por isso, a aproveitam mal.
Parabéns de novo.

[ADM] Cyber filmes disse...

Curti muito seu blog Vey!! sensacional!!

Parabéns continue assim!!

Sucesso sempre!!

Deane disse...

que lindo, escreves muito bem.