segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Espelho da verdade



Não sou música, não sou profissão, não sou rótulo. Sou apenas Eu.
Não tenho endereço fixo, sigo o caminho dos ventos.
Não me guio pelos caminhantes, apenas olho para o céu.
Não quero ouvir, se não me sensibiliza, e se comigo não tem a ver.
Não quero seguir fúteis procedimentos, coisas sem nexo.
Quero apenas viver o que sou, e conservar o meu eterno Eu...
Estou falando daquilo que vejo no espelho
e do que sinto no meu íntimo.





Publicado no Recanto das Letras em 21/09/2009
Código do texto: T1823787
Anderson Cavalcanti
cavalcantianderson@hotmail.com

4 comentários:

BLOGUEIRO EXECUTIVO disse...

ótimo é saber que escritores com talento como você criam e recriam literatura de primeira na rede!

Fernanda disse...

O nosso amigo comum Dr Reginaldo, sabia o que fazia quando "nos uniu"nos orkut .
Ter a sua sensibilidade sendo tão jovem ainda, é um DOM.
São pessoas com você que me fazem ter esperança no futuro.
Um abraço de Portugal

Cristiano Contreiras disse...

Anderson, muito bom seu blog!
Reina a poesia, a sensibilidade aqui, isso muito me define, linkarei ao meu blog este seu espaço! assim que der, tambem te seguirei. volto mais com calma! ate ;)

Anônimo disse...

Anderson, fico feliz em saber que você está incluido nos conteudos da net de valor estimavel, e principalmente por enriquecer e levar a refletir cada pessoa que acessa teu blog. Olha amigo não se torna artista, se torna conhecido por que artista você já é.
Parabéns.