sábado, 16 de janeiro de 2010

Olhos que falam


São dois olhos. Parecem muito vivos, mas já não posso afirmar.
Um ponto em minha direção. Neste ponto muitas coisas.
Este ponto é preto e me diz o que não posso entender.

No dia anterior: outros olhos. Pareciam algo procurar.
Se apresentavam fortes, mas os via fracos.
Eu conseguia entender, mas não queria me importar.

Dos quatro olhos, me chamam a atenção dois.
São gélidos e indecisos, não conseguem sintonizar.
Eu aqui devaneando, me divirto a pensar.




Publicado no Recanto das Letras em 16/01/2010
Código do texto: T2032786
Anderson Cavalcanti
cavalcantianderson@hotmail.com

Um comentário:

Fê-blue bird disse...

Meu amigo, sem dúvida os olhos dizem tudo!
Um beijinho